Blog

Diferenças entre diet e light

Quem nunca chegou na prateleira do supermercado ou do empório de produtos saudáveis e se deparou com uma imensidão de opções de alimentos diet e light e não soube qual escolher? Mesmo vivendo uma “era saudável” com acesso a muitas informações todos os dias, com muitas novidades cientificas e empíricas, mesmo com uma enxurrada de […]

Quem nunca chegou na prateleira do supermercado ou do empório de produtos saudáveis e se deparou com uma imensidão de opções de alimentos diet e light e não soube qual escolher?

Mesmo vivendo uma “era saudável” com acesso a muitas informações todos os dias, com muitas novidades cientificas e empíricas, mesmo com uma enxurrada de conteúdo, ainda restam alguns temas que geram dúvidas, com relação a diversificações e categorização de produtos alimentícios saudáveis.

A seguir, vamos abordar, conforme especificações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), qual a diferença entre diet e light, para que você não erre mais na hora das suas compras.

 

Alimentos diet

Alimentos indicados como diet são isentos de açúcares e/ou proteína e/ou gorduras. Mas, o que não quer dizer, necessariamente, que possuem valor calórico reduzido. São indicados para pessoas com diabetes ou algum tipo de necessidade alimentar específica.

Por serem voltados para indivíduos com necessidades alimentares específicas, os produtos diets são considerados pelo Ministério da Saúde como “alimentos para fins especiais”.

 

Alimentos light

Possui redução de calorias, gorduras, sódio, açúcares ou outro nutriente em relação ao produto original. A indicação é para quem deseja reduzir o teor de açúcares, gorduras ou sal na alimentação.

Nem todo alimento light é próprio para perda de peso, afinal a redução calórica em certos alimentos é insignificante. Tudo vai depender dos nutrientes acrescidos para que o produto mantenha o sabor e consistência.

 

Lembrando que é preciso ter cuidado e muita atenção ao se ler os rótulos dos alimentos que serão consumidos, para que não haja confusão e as escolhas sejam feitas de maneira correta e saudável, principalmente para quem tem algum tipo de restrição alimentar, como o diabético e o hipertenso. É muito importante o acompanhamento de um profissional nutricionista, para sanar dúvidas e definir qual é a melhor opção, de acordo com as necessidades de cada indivíduo.

 

Pollyane Reis

Nutricionista

CRN: 6951

+ Detalhes

8 alimentos que te dão energia

Trabalho, escola, família, trânsito, trabalho, academia… São tantas coisas para serem realizadas em apenas um dia, que a rotina acaba desgastando nossas energias. Um grande aliado é a mudança de hábitos alimentares. Afinal, é comprovado que existem alimentos que são capazes de gerar energia, de maneira saudável, proporcionando pique para enfrentar as atividades do dia, […]

Trabalho, escola, família, trânsito, trabalho, academia… São tantas coisas para serem realizadas em apenas um dia, que a rotina acaba desgastando nossas energias. Um grande aliado é a mudança de hábitos alimentares.

Afinal, é comprovado que existem alimentos que são capazes de gerar energia, de maneira saudável, proporcionando pique para enfrentar as atividades do dia, além de força e bem estar.

Confira 8 alimentos que são capazes de dar energia ao organismo:

Açaí – Fruta rica em carboidratos, que permite que o corpo tenha um bom funcionamento. Além disso, o açaí é fonte de gorduras insaturadas, que auxiliam no controle da pressão arterial e do colesterol, e é rica em vitaminas C, B1, e B2 e antioxidantes.

Água de coco – Bebida energética preparada pela natureza, assim é a água de coco. Fonte de vitaminas e minerais importantes para o bom funcionamento do organismo. Além de melhorar a disposição, é uma ótima fonte de hidratação para os dias quentes e secos.

Guaraná – Talvez um dos energéticos naturais mais populares e usado. É fonte de cafeína, estimulante do sistema nervoso. Usado com moderação, ajuda a melhorar o ânimo e a disposição.

Chá verde – Também é fonte de cafeína e é termogênico, capaz de acelerar o metabolismos, aumenta o gasto energético, queima de gordura corporal e aumenta a disposição. Também auxilia na melhora do humor e bem estar, pois aumenta a produção de dopamina e serotonina.

Oleaginosas – As oleaginosas são boas fontes de proteína vegetal e gorduras insaturadas, nutrientes que atuam na redução da pressão arterial, do colesterol e dos triglicérides. Também possuem substâncias que ajudam diminuir o estresse e melhoram a memória e a produção de energia.

Mel – É constituído por glicose e frutose, o que o torna um alimento energético, que possibilita o aumento da disposição e combate do cansaço. É fonte de vitamina C, potente antioxidante, e vitaminas do complexo B, que participam do metabolismo de produção de energia, e desintoxicação do organismo. Ainda possui minerais como fósforo, cálcio, magnésio, enxofre e potássio também.

Aveia – Fonte de carboidratos de baixo índice glicêmico que conferem energia sem elevar a liberação de insulina. Contribui no controle das taxas de açúcar no sangue e dá saciedade. Assim como o mel, é fonte de vitaminas do complexo B, que melhoram os níveis de produção de energia e a disposição.

Chocolate Amargo – Queridinho não só nos períodos de TPM. Quando consumido moderadamente, ajuda no processo de emagrecimento e é fonte de antioxidantes que, além de retardarem o envelhecimento precoce, auxiliam na saúde do coração. Possui cafeína, que ajuda a manter o corpo alerta e mais disposto.

+ Detalhes

10 dicas para combater a indisposição

A indisposição interfere diretamente na execução das atividades do dia a dia. Mas, algumas atitudes podem ajudar a contornar essa situação e contribuir para uma vida mais ativa, saudável e feliz.

A indisposição interfere diretamente na execução das atividades do dia a dia. Mas, algumas atitudes podem ajudar a contornar essa situação e contribuir para uma vida mais ativa, saudável e feliz. Aqui estão 10 dicas de como combater a indisposição: Faça uma atividade física – exercitar o corpo é fundamental para ter mais disposição, afinal, […]

A indisposição interfere diretamente na execução das atividades do dia a dia. Mas, algumas atitudes podem ajudar a contornar essa situação e contribuir para uma vida mais ativa, saudável e feliz.

Aqui estão 10 dicas de como combater a indisposição:

Faça uma atividade física – exercitar o corpo é fundamental para ter mais disposição, afinal, além de aliviar o estresse, contribui para que o corpo mantenha uma saúde equilibrada e saudável. Opte por uma atividade física que te agrada, pois assim você ainda se diverte, enquanto promove bem estar ao corpo.

Estabeleça metas – Saber onde quer chegar e os objetivos diários é fundamental para manter o foco e evitar que energia seja gasta em vão. Ter disciplina, organização e controle evita o surgimento da ansiedade e a insegurança, provocando um efeito estimulante em sua vida.

Durma bem – Ter uma boa noite de sono é a atitude chave para ter energia. Após uma noite bem dormida, o corpo e mente recuperam as energias, para que sejam revigorados, proporcionando a recuperação de suas forças para o dia seguinte.

Cuide de sua alimentação – É importante procurar um nutricionista para que ele oriente você sobre alguns alimentos que poderão lhe dar mais energia em seu dia. Ter uma alimentação saudável é fundamental para alcançar mais entusiasmo e motivação.

Tenha atitudes positivas – Estar otimista e pensar positivo garante que uma atitude seja tomada. Deste modo, a realização de alguma tarefa, execução de trabalhos, levantar mais cedo quando necessário, serão iniciativas que serão tomadas energicamente.

Fique ao lado de pessoas motivadas – “Diga-me com quem andas e te direi quem és!”, ou como está sua disposição. Afinal, estar ao lado de pessoas que são motivadas e tem atitude, é estimulante, para que a indisposição seja deixada de lado.

Seja positivo – Acreditar que as coisas darão certo o primeiro passo para ter energia para realizar as atividades do cotidiano, pense positivo e tenha mais disposição.

Simplifique seus objetivos – Realize as tarefas da maneira correta, mas opte por objetivos menos complexos, isso evitará a desmotivação. Por exemplo, se você precisa perder 10kg em dois meses, pense em maneiras simples de eliminar peso por semana, assim, além de evitar a ansiedade, é possível facilitar o processo, gerando estímulo para executar o que está proposto.

Saiba quando é necessário descansar – Às vezes, a indisposição pode ser sinônimo de sobrecarga ou cansaço, aproveite os fins de semana, feriados e férias para relaxar. Desligue-se por alguns momentos, dos assuntos da rotina. Um passeio no parque pode ser o necessário para retomar o equilíbrio e repor o ânimo e disposição.

Faça seus hobbies – Reserve um tempo por dia para fazer alguma atividade que tem prazer. Seja ler um livro, assistir uma série ou filme, jogar futebol ou cozinhar. Apreciar momentos com coisas que te agradam, manter a felicidade e o relaxamento aumenta o entusiasmo.

+ Detalhes

Saiba quais alimentos melhoram e pioram sua enxaqueca

Quem sofre de enxaqueca sabe como é ter a cabeça latejante e com uma forte dor. O termo ENXAQUECA vem do grego e significa “metade do crânio”. É uma doença crônica do sistema nervoso, caracterizada pela presença de dores de cabeça repetitivas. Para agravar a situação, enxaqueca não tem cura, mas é possível controlar e […]

Quem sofre de enxaqueca sabe como é ter a cabeça latejante e com uma forte dor. O termo ENXAQUECA vem do grego e significa “metade do crânio”. É uma doença crônica do sistema nervoso, caracterizada pela presença de dores de cabeça repetitivas.

Para agravar a situação, enxaqueca não tem cura, mas é possível controlar e a alimentação é um forte aliado, tanto para melhorar, quanto para agravar o quadro. Confira a lista de alimentos que melhoram e pioram sua enxaqueca.

 

Alimentos que pioram a enxaqueca

  • Embutidos – Contém nitratos e nitritos que dilatam os vasos sanguíneos.
  • Cafeína – Café, refrigerante de cola, guaraná, chá mate, chimarrão, energéticos, chocolate são ricos em cafeína e alteram a circulação do sangue e promove desidratação, piorando a dor em alguns casos.
  • Bebidas alcoólicas: Possuem substâncias que estreitam os vasos sanguíneos.
  • Chocolates, queijos duros, amendoim, carne defumada, frutas cítricas, vinagre, amendoim, lentilha e sementes – Libera hormônios que causam sensação de dor e neurotransmissores que elevam a pressão.
  • Temperos prontos, comidas congeladas, biscoitos, molhos prontos, alimentos enlatados e molhos industrializados – Contém aditivos alimentares, relacionados a liberação de neurotransmissor e diminuição da absorção de glicose no cérebro.
  • Aspartame e refrigerantes de cola – Oxidam o organismos e podem agravar as crises de enxaqueca.
  • Açúcar em excesso – Aumenta a produção de serotonina, que estreitam os vasos sanguíneos. Além disso pode promover a resistência à insulina e a obesidade, fatores também relacionados ao incômodo.

 

Alimentos que melhoram a enxaqueca

  • Água – Hidrate-se adequadamente. Consuma aproximadamente 2 litros de água por dia, podendo contar com a ajuda de sucos naturais, chás, frutas ricas em água, sopas e folhas verdes.
  • Chia, linhaça, azeite de oliva, algas marinhas, castanhas, óleos de castanhas – Consumir gorduras boas, elas estimulam a produção de substâncias que controlam a dor.
  • Aveia, soja em grãos, proteína de soja, quinoa, amaranto, feijão, arroz integral, cacau em pó e banana – Alimentos ricos em triptofano ajudam na produção de serotonina que promove sensação de bem estar.
  • Orégano, cravo, canela e gengibre – Inibem a produção de substâncias que promovem sensação de dor.
  • Folhas verdes escuras, soja, leguminosas, castanhas, aveia, quinoa, arroz integral, pães integrais, semente de abóbora- Inclua alimentos ricos em magnésio, a falta dessa substância causa constrição de vasos.
  • Uva, melancia, melão, banana, manga, entre outras – Consumir 3 porções diárias de frutas não cítricas, ricas em vitaminas, minerais e fibras que atuam no bom funcionamento do organismo.
  • Castanha-do-pará, chia, linhaça, semente de girassol, macarrão integral – Incluir mais selênio na alimentação é essencial para o bom funcionamento cerebral.
  • Castanhas, cereais integrais, soja em grãos, batata, milho e painço – Rica em B2, que ajuda na produção celular de energia.
+ Detalhes

Buffet

Receber nossos amigos e clientes diariamente é o que faz feliz a equipe da República da Saúde. A ansiedade que precede esses momentos se une a expectativa de que tudo de certo, e saia conforme planejado.

+ Detalhes

Padaria Gourmet

Tem integral? Sim! Tem sem glúten? Também! Tem prazer em comer? Sempre!Se não é para agradar o paladar, aqui não tem. Na Constituição da Republica da Saúde é lei ser feliz e deixar o gostinho de quero mais, com glúten ou sem glúten, com cinco, seis ou sete grãos. Aqui a gente contabiliza as boas historias vividas, os bons momentos compartilhados e o percentual que importa é o de clientes felizes e satisfeitos.

+ Detalhes

Cafeteria

Tomar um “cafezinho” com os amigos já virou uma mania mundial. Marcar um café para uma reunião de negócios já faz parte do cotidiano das pessoas que “fazem acontecer”. O nosso conhecido íntimo, que já foi responsável pela economia do nosso país e que inclusive fez com que a Bolsa de Valores fosse fundada lá no século passado, alcançou nos últimos anos seu merecido status.

+ Detalhes

Adega

Comer bem, beber bem e viajar! Será que teremos também que fundar a República da Saúde Viagens? Até que não parece uma má ideia. Que tal abrirmos um dos vinhos da nossa adega para pensarmos sobre este e outros assuntos?

+ Detalhes

pesquisa
de satisfação
República da saúde

O que você achou do nosso novo site?

Próxima pergunta

O que você achou do nosso novo site?

Próxima pergunta

O que você achou do nosso novo site?

Enviar pesquisa

Onde Estamos

Tweets de @repsaude
Download Premium Magento Themes Free | download premium wordpress themes free | giay nam dep | giay luoi nam | giay nam cong so | giay cao got nu | giay the thao nu